Fiat Mobi Trekking

Após vender tanto quanto o Volkswagen Gol em abril, ficando entre os cinco mais vendidos no mês, o Fiat Mobi ganha a linha 2022 com algumas novidades. Em três versões a partir de R$ 43.990, o hatch subcompacto apresenta recheio extra na lista de equipamentos, como a nova central multimídia de 7″, além de mudanças sutis no design.

A maioria das mudanças se concentra na versão aventureira Trekking, a mais cara da gama do modelo. Assim, ela recebe novos adesivos no capô, logo escurecido da Fiat na dianteira e na traseira, assim como espelhos retrovisores com luzes indicadoras de direção. São upgrades singelos, mas que trazem um frescor para o carro de entrada da marca italiana.

Fiat Mobi Trekking linha
Fiat/Divulgação

Na cabine, a configuração de estética lameira dispõe de novo volante multifuncional, e console de teto com porta-objetos e espelho auxiliar. Por fim, a nova central multimídia de 7 polegadas tem conexão sem fio com Android Auto e Apple CarPlay, e permite parear até dois smartphones.

Dessa forma, os usuários podem utilizar as funções de navegação via Waze ou Google Maps, assim como ouvir músicas por aplicativos de streaming. Para não desviar a atenção do motorista, o recurso possui reconhecimento de voz por meio da Siri (iPhone) ou do Google Voice. E pode ler ou responder mensagens enviadas via SMS ou WhatsApp, por exemplo.

A versão de topo passa a contar ainda com quatro alto-falantes e dois tweeters na nova linha. Esse pacote de novidades deixou o Mobi R$ 6.600 mais caro do que antes. Dessa maneira, o Mobi Trekking sai por R$ 55.490. Mas o modelo ainda é um dos poucos carros novos no país com valor inicial abaixo dos R$ 50 mil.

Fiat Mobi Trekking
Fiat/Divulgação

Versão de entrada encarece

Responsável por garantir o posto de carro mais barato do Brasil, a configuração Easy não teve modificações na troca de linha. COntudo, a diferença de preço do Mobi Easy para o Kwid Zen se estreitou. Atualmente, o hatch da Fiat custa R$ 43.990, e o Renault sai por R$ 44.340.

Rompendo a barreira simbólica dos R$ 50 mil, a versão Like agora sai por R$ 51.690 e adiciona repetidor de seta nos retrovisores externos. Como na linha passada, manteve ar-condicionado, vidros elétricos dianteiros, travas elétricas nas portas; computador de bordo, adesivo preto na coluna B, molduras nas caixas de roda e suspensão elevada, por exemplo.

Na mecânica, nada muda. A fabricante italiana equipa o seu modelo de entrada com o motor 1.0 Fire Evo flexível de até 75 cv de potência e 9,9 kgfm de torque. O câmbio é manual de cinco marchas.

Fiat-uno-frente linha

Sucessor do Uno

Quase que simultaneamente à estreia da nova linha do Mobi, o Fiat Uno perdeu três configurações e passa a ser vendido em versão única por R$ 56.190. A marca extinguiu as opções Drive, Way e Way 1.3. Assim, resta no catálogo o Uno Attractive, que também usa o 1.0 flex.

Essa “dança das cadeiras” reforça a teoria de que o Uno está próximo da aposentadoria. O novo Mobi se aproxima da faixa de preço do Uno e o veterano hatch se distancia do valor do Argo.



O post Fiat Mobi 2022 ganha central multimídia e se prepara para suceder o Uno apareceu primeiro em Jornal do Carro – Estadão.