Nova Fiat Toro Ultra 2022

Em fevereiro 2016, a Fiat apresentou a Toro, picape que, segundo a marca, trazia características visuais, internas e comodidades herdadas de SUVs. O tamanho intermediário também uma era novidade. A única rival era a Oroch, lançada pela Renault em 2015. Essas picapes são maiores que as pequenas, como a Strada, e menores que uma Toyota Hilux, por exemplo. A Fiat até criou uma sigla para classificar a Toro: SUP, ou algo como picape utilitária esportiva.

Eis que, pouco mais de cinco anos depois, rivais como a Ford, com a Maverick e Hyundai, com a Santa Cruz, se preparam para entrar no segmento. Porém, antes da chegada dessa dupla, a Fiat lança a Toro 2022, que ganhou dianteira redesenhada, interior mais moderno e conectado e até um novo motor. Trata-se do 1.3 flexível com turbo.

A Toro 2022 tem nove versões: Endurance 1.8, Endurance turbo flex, Endurance turbodiesel, Freedom turbo flex, Freedom turbodiesel, Volcano turbo flex, Volcano turbodiesel, Ranch turbodiesel e Ultra turbodiesel

Novo visual

O destaque da reestilização de “meia vida” é a dianteira. A inspiração, de acordo com a Fiat, vem do “dinamismo das linhas italianas”. No entanto, o estilo tem forte ligação com suas “primas” RAM 1500 e RAM 2500, sobretudo nas versões de topo. A RAM faz parte do mesmo grupo dono da Fiat.

Nova Fiat Toro Volcano 2022
Fiat/Divulgação

Há novo capô, com vincos mais marcados. Além disso, o para-choque foi redesenhado, bem como a grade. Inclusive, assim como em picapes maiores, como a Ranger, a da Fiat passa a ter opções de acabamento na dianteira. Ou seja, há quatro variações.

A versão Endurance 1.8, de entrada na linha, mantém o desenho da picape antiga. Ao mesmo tempo, Freedom e Volcano ganham elementos cromados nos para-choques e molduras dos faróis e duas linhas horizontais na grade. Já a Ranch traz uma grande entrada na grade do radiador. Por sua vez, o contorno dessa peça é cromado e em formato trapezoidal. Além disso, une os faróis e as luzes de LEDs de uso diurno (DLRs). Por fim, na frente da Ultra há acabamento preto e grade com desenho retangular na parte interna.

Além disso, ambas trazem conjunto óptico full-LEDs. Na porção superior, o filete não mudou. Já na parte de baixo os pequenos faróis agora ficam acoplados à grade. Bem no centro está o novo logotipo da Fiat, em grandes letras maiúsculas. Nas opções com acabamento escurecido, a moldura da grade envolve os faróis e se estende até as DRLs.

Nova Toro Volcano 2022
Fiat/Divulgação

Mais embaixo, as luzes de neblina ganharam nova moldura e estão integradas ao para-choque. Esse conjunto pode ser cromado ou pintado de preto. Dependendo da opção, o desenho interno da saída de ar pode mudar.

Três tamanhos de rodas

Além disso, a picape traz novas rodas de liga-leve. Do mesmo modo, o aro tem 16 polegadas na Endurance, 17″ na Volcano, Freedom e Ranch e 18″ na Ultra. Na maior parte das configurações, o acabamento é diamantado.

Em contrapartida à dianteira, a traseira não mudou. Do mesmo modo, as versões de topo têm capota rígida com acionamento elétrico na caçamba. Nas demais, a cobertura é convencional, Ou seja, capota marítima de lona.

Nova Toro Ultra 2022
Fiat/Divulgação

Novo motor flex com turbo

O SUV Compass, da Jeep, marca que faz parte do mesmo grupo da Fiat, será o primeiro carro do Brasil a ter o motor 1.3 16V T270 turbo flex. O “T” se refere ao turbo e o 270 é alusivo ao torque em Newton metro (Nm). A Toro também vai ganhar essa opção. Além disso, terá uma inédita transmissão. O quatro-cilindros gera 185 cv de potência e 27,5 mkgf de torque a 1.750 rpm com etanol. O novo câmbio é automático de seis velocidades.

A expectativa da Fiat é que as vendas das versões com o novo motor cresçam 5%. Além disso, a marca espera aumento da participação dos motores flexíveis em relação aos turbodiesel. Até agora, 53% dos compradores da Toro preferem as versões movidas pelo óleo mineral.

Nova Toro Volcano 2022
Fiat/Divulgação

Por sua vez, o veterano 1.8 E.torq de até 139 cv não tem data para sair de cena. Porém, será mantido apenas na versão Endurance flex. Por ser a mais simples da gama, terá apenas tração 4×2.

Da mesma forma, o motor turbodiesel não recebeu atualizações. E, assim como no Compass, gera 170 cv de potência e 35,7 mkgf de torque. O câmbio automático de nove marchas também não mudou. Nas versões com esse trem de força a tração é 4×4 e a capacidade de carga é de uma tonelada.

Suspensões recalibradas

Além do novo motor turbo flex, a Toro traz algumas modificações. As suspensões foram recalibradas. Ao passo que molas, amortecedores, batentes e coxins são novos. Na dianteira o sistema é do tipo McPherson. Por outro lado, o traseiro é Multilink. O diâmetro de giro também mudou. Segundo a Fiat, para facilitar as manobras em espaços reduzidos.

De acordo com a marca, as versões 4×2 têm o bloqueio de diferencial E-Locker. Dessa forma, se uma das rodas perder a aderência, o sistema eletrônico de estabilidade (ESC) freia a roda que está deslizando. Assim, o torque é transferido, de modo a facilitar a movimentação sobre piso com baixa aderência.

Por outro lado, as versões 4×4 contam com a função 4×4 Low (baixo). Ao ser ativada, permite tracionar as rodas em pisos com lama e areia. Portanto, evita o corte de potência do motor, algo comum quando as rodas patinam.

Nova Fiat Toro Ultra 2022
Fiat/Divulgação

Pra reforçar a segurança, a picape com chassi monobloco tem sete air bags (seis na versão Endurance) recalibrados. Além disso, passou pelo teste do poste. Porém, a picape ainda não foi avaliada pelo Latin NCap. Segundo a Fiat, contudo, a carroceria rígida, de aço reforçado, ficou mais segura após as mudanças feitas na linha 2022.

Vale lembrar que a toro utiliza a plataforma Small-Wide (algo como pequena e ampla). Ou seja, essa base servirá também à futura picape média da RAM. O modelo inédito vai ser produzido no Brasil.

Interior

A princípio, na cabine a Fiat conseguiu fazer o que prometeu. Ou seja, o interior da Toro lembra o de SUVs. É moderno, tem elementos rebuscados e aposta na conectividade. À primeira vista, chama a atenção o sistema multimídia com tela na vertical. Assim, a das versões de entrada têm 8,4″ e nas de topo (Ranch e Ultra), são 10,1″. De acordo com a Fiat, o objetivo é oferecer o mesmo tipo de funcionalidade dos smartphones.

Nova Fiat Toro Ultra 2022
Fiat/Divulgação

Por sua vez, o painel de instrumentos tem tela de TFT de 7″. Portanto, casa bem com o sistema multimídia. Segundo a Fiat, até com o celular do usuário. Mas vamos falar disso mais adiante.

Entre os novos itens destacam-se o carregador de smartphone por indução. Assim como as duas entradas USB, os novos porta-copos e o sistema de ar-condicionado digital de duas zonas. Alias, os ajustes podem ser feitos por meio de toques na tela digital.

Plataforma de conectividade Fiat Connect Me

Juntamente com essas soluções. chama a atenção a nova plataforma de conectividade Fiat Connect Me. A princípio, ela pode soar como um déjà vu. Pois é muito parecida com a Adventure Intelligence. Ou seja, o sistema lançado pela Jeep há cerca de duas semanas.

No entanto, a Fiat garante que não se trata da mesma tecnologia. De qualquer forma, a plataforma traz soluções vistas normalmente em carros bem mais caros. Além disso, há Wi-Fi nativo com conexão 4G da TIM. Porém, o recurso só está nas versões de topo – a partir da Volcano.

Nova Fiat Toro Volcano 2022
Fiat/Divulgação

Como parte das comodidade, o usuário pode receber informações sobre a Toro no smartphone, computador pessoal ou smartwatch. Ou mesmo pela assistente pessoal Amazon Alexa. Ou seja, dá para conferir à distância o nível de combustível no tanque, status do motor, quilometragem total, autonomia e até necessidade de manutenção, por exemplo.

Remotamente, dá para acionar luzes e buzina, ligar o motor para ativar o ar-condicionado e destravar e travar as portas. Além disso, o dispositivo pode informar a localização exata da picape e sugerir rotas para chegar até ela. Segundo a marca, o cliente pode configurar a senha que será utilizada para acessar essas funções.

Mapa indica postos quando tanque entra na reserva

Assim também, o “mapa inteligente” é outra solução bastante útil. O recurso fornece informações sobre o trânsito em tempo real. Além disso, quando “percebe” que o combustível está acabando, por exemplo, indica os postos no caminho e pergunta se o motorista quer escolher uma das paradas.

Embora seja um recurso interessante, não é exatamente uma novidade no Brasil. A atual linha Polo, lançada no fim de 2017, tem esse sistema nas versões com painel virtual.

De todo modo, para fazer atualizações não é preciso ir à concessionárias. Assim como ocorre com os smartphones, a plataforma atualiza o sistema de forma remota. Além disso, há chamada automática para serviços de emergência em caso de acidentes graves. Ou seja, se o air bag for acionado.

No mesmo sentido, há rastreamento por meio do navegador GPS. O sistema pode ser configurado para avisar sobre a violação do veículo. Assim, em caso de tentativa ou ocorrência de furto, por exemplo, o dispositivo eletrônico avisará o proprietário.

Serviço de conectividade será pago

Vale ressaltar que o dispositivo de conectividade vem de série. Contudo, o serviço será pago a partir do segundo ano de uso. Nos primeiros 12 meses a utilização é grátis. Por enquanto, a marca não revelou o preço da assinatura após o fim da gratuidade.

Caso não queira pagar, o cliente poder utilizar o pacote básico de serviços por mais 24 meses. Isso incluirá algumas funções, como por exemplo, notificações, alerta de necessidade de manutenção e dados do veículo.

Para o Wi-Fi nativo, são três planos de assinatura. O mais simples vai custar R$ 30 por mês e o mais completo, R$ 100. O usuário poderá utilizar o serviço por 30 dias sem pagar nada. Trata-se, portanto, de um período de experimentação.

Tecnologia e recursos de segurança

Além disso, a Fiat equipou a Toro 2022 com uma série de recursos de assistência ao motorista. Há, por exemplo, alerta de saída involuntária de faixa, frenagem automática de emergência, acionamento automática dos faróis e sensores de obstáculos na dianteira.

Novos preços da Toro 2022

  • Toro Endurance 1.8 E.Torq – R$ 114.590
  • Endurance 1.3 turbo flex – R$ 119.590
  • Endurance 2.0 turbo diesel – R$ 152.590
  • Freedom 1.3 turbo flex – R$ 131.890
  • Freedom 2.0 turbo diesel – R$ 164.890
  • Volcano 1.3 turbo flex – R$ 144.990
  • Volcano 2.0 turbo diesel – R$ 177.690
  • Ranch 2.0 turbo diesel – R$ 185.490
  • Ultra 2.0 turbo diesel – R$ 187.490

Quando chega?

De acordo com a Fiat, o faturamento da Toro 2022 começa a ser feito nesta quinta-feira (22). Segundo a marca, todas as concessionárias do País devem receber unidades da nova picape a partir de amanhã (23).

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

O post Fiat Toro 2022 tem motor 1.3 turbo de 185 cv e quer ser igual à RAM; veja os preços apareceu primeiro em Jornal do Carro – Estadão.