Volume também é 22,1% maior na comparação com o mesmo mês do ano passado. Produção de motos no Polo Industrial de Manaus fecha fevereiro com alta de 116,4%
Gabriel Machado
Dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo) apontam que crescimento de 116,4% na fabricação de veículos em março na comparação com fevereiro. O volume também é 22,1% maior na comparação com o mesmo mês do ano passado (102.865 unidades).
Em março foram fabricadas 125.556 motocicletas, enquanto que no mês anterior foram 58.014 unidades. Já em março de 2020, o volume de produção foi 102.865 unidades.
Por outro lado, de acordo com a Abraciclo, houve um menor volume de produção nos meses de janeiro e fevereiro, no entanto, devido ao agravamento da crise sanitária na cidade de Manaus, que impactou o desempenho do setor no primeiro trimestre. No acumulado do ano, saíram das linhas de montagem 237.201 motocicletas, o que corresponde a uma queda de 20,3% em relação ao mesmo período do ano passado, que foi de 297.599 unidades.
Vendas no varejo
Em março, foram licenciadas 62.262 motocicletas, alta de 8,5% na comparação com fevereiro, quando foram emplacadas 57.384 unidades. Em relação ao mesmo mês de 2020, que teve 75.372 unidades comercializadas, houve retração de 17,4%.
Com 29.504 unidades e 47,4% de participação no mercado, a Street foi a categoria mais emplacada em março. Na sequência, vieram a Trail (12.273 unidades e 19,7% de participação) e a Motoneta (7.948 unidades e 12,8%). Confira o ranking mensal:
No primeiro trimestre, os emplacamentos totalizaram 205.444 unidades, volume 16,8% inferior às 246.848 motocicletas licenciadas no mesmo período do ano passado. As posições no ranking por categorias foram as mesmas apuradas no levantamento mensal: Street, em primeiro lugar, com 98.676 unidades e 48% de participação do mercado, seguida pela Trail (40.088 e 19,5% do mercado) e Motoneta (28.037 unidades e 13,6%).
Com 23 dias úteis, a média diária de vendas em março foi de 2.707 motocicletas – é o pior resultado para o mês, desde 2003, que registrou 3.240 emplacamentos/dia. De acordo com levantamento da Abraciclo, na comparação com fevereiro que teve 20 dias úteis, houve queda de 5,6% (2.869 motocicletas emplacadas/dia). Em relação a março do ano passado, com 22 dias úteis, a queda foi de 21% (3.426 emplacamentos diários).
Veja os vídeos mais assistidos do Amazonas