Kawasaki

A Kawasaki revelou recentemente a linha 2021 da Ninja ZX-10R no exterior. A supermoto da marca japonesa teve o desenvolvimento feito pela divisão de competição e, por isso, traz de série novidades no design, na mecânica, além de sistemas eletrônicos voltados à condução, como controle de largada, por exemplo. Nos EUA, onde já está à venda, a superesportiva tem preço de US$ 16.400 (cerca de R$ 87 mil).

A novidade é que o modelo está próximo de chegar ao Brasil. Segundo consultores da rede da Kawasaki procurados pelo Jornal do Carro, a nova Ninja chega em junho no país e não deverá sair por menos de R$ 150 mil.

Começando pelo visual, a moto está completamente mudada. Os faróis (iluminados agora por LEDs) são cortados por uma entrada de ar, ao centro da carenagem. O desenho frontal, aliás, é feito para priorizar o movimento downforce — que empurra a dianteira da moto para o chão, melhorando o controle dinâmico em alta velocidade.

Kawasaki
Kawasaki/Divulgação

Na nova Kawasaki Ninja ZX-10R — que teve as suspensões revisadas —, o painel digital é novo. A tela TFT com 4,3 polegadas permite conexão de smartphones via Bluetooth. Tem, ainda, o aplicativo Rideology, que permite saber detalhes do trecho percorrido e condições de rodagem, bem como o seletor de modos de pilotagem (além dos “Sport”, “Road” e “Rain”, passa a ter mais quatro modos “Rider”). Por fim, a lista contempla controles de velocidade de cruzeiro, de curvas, de tração, de largada e dos freios (ABS).

Kawasaki
Kawasaki/Divulgação

Mecânica aprimorada pela Kawasaki

Seu motor de 999 cm³, contudo, foi atualizado. Agora, tem novo radiador de óleo refrigerado a ar (item usado nos modelos do Mundial de Superbike). Com circuito independente, o componente ajuda a manter o motor na temperatura ideal. São 203 cv de potência (213 cv com RAM Air) a 13.200 rpm. O torque é de 11,7 mkgf a 11.400 giros.



Com chassi mais leve e suspensões com nova calibração (dotadas de amortecedores Öhlins adaptativos), a versão 2021 da Kawasaki Ninja ZX-10R, nesse sentido, também vem com câmbio mais linear. São, no entanto, novas as relações de marchas (as três primeiras estão mais curtas).

Outro benefício da japonesa é a posição de pilotagem melhorada. Para isso, banco, pedaleiras e guidão foram reposicionados. O sistema de escape, aliás, também é novo. Ainda assim, o peso está 1 kg maior: 207 kg. Mais dados técnicos serão revelados, assim, na ocasião do lançamento. Procurada, a assessoria da Kawasaki não quis comentar sobre a superesportiva.

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

O post Nova Kawasaki Ninja ZX-10R será lançada no Brasil em junho apareceu primeiro em Jornal do Carro – Estadão.