Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes
Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes

O Doutor Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes é médico urologista, graduado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e doutorado pela Universidade Federal de São Paulo. Atualmente exerce a função de cirurgião geral, com especialidade em prostatectomia robótica, uma cirurgia minimamente invasiva, contra a cura do câncer de próstata. Com mais de 20 anos de experiência na área, o especialista explica quais são as complicações da fimose.

A fimose é a dificuldade ou incapacidade de expor a glande (cabeça do pênis) ou retrair o prepúcio – pele que envolve a glande – devido a um excesso de pele. A condição é mais comum nos bebês e tendem a desaparecer com o tempo, mas se na adolescência  o problema persistir pode ser necessária uma intervenção cirúrgica para remoção da pele, já que causa empecilhos na higiene íntima e facilita o surgimento de câncer, em casos mais graves.

O Mestre e Doutor em urologia Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes diz que a causa primária da fimose está na má formação do prepúcio durante o período fetal. Entretanto, a enfermidade também pode ocorrer através de repetidas infecções durante os primeiros anos de vida, na adolescência ou na fase adulta. Isso desencadeia uma piora do anel prepucial pelos processos cicatriciais, impossibilitando a exposição natural da glande.

Após o diagnóstico, feito por um médico urologista que evidencia a não exposição da pela retração do prepúcio é tratada por meio cirúrgico. A cirurgia remove a pele extra, preservando parcialmente o prepúcio, pois a completa retirada expõe a glande e só é recomendada para ritos religiosos, como os dos judeus. No entanto, como qualquer cirurgia, há complicações. 

O Doutor Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes conta que a complicação mais comum é a infecção do local, propiciando a balanopostite e nos recém nascidos uma pielonefrite, proveniente da colonização de bactérias no prepúcio obstruído, além de maiores chances de infecções urinárias e de ter DST, HPV ou câncer de pênis. Outras complicações mais raras podem ocorrer como estreitamento do meato uretral, deformidades severas da glande causadas pelas infecções locais repetidas e dor durante a ereção. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui